Apreendidas várias obras de arte e bens culturais e detidos vários autores

Direção Nacional

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, no ano de 2020, deteve quatro pessoas e apreendeu património cultural de valor aproximado de 150.000 euros, no âmbito de uma série de ações policiais conjugadas com a Europol, inseridas na operação “Pandora V”, desenvolvida em trinta e um países europeus.

Esta operação europeia dirigiu-se ao combate à atividade criminosa de furto, tráfico e viciação de obras de arte e bens culturais, tendo sido efetuadas significativas apreensões em alguns dos referidos países.

No cumprimento das suas competências reservadas, a Polícia Judiciária irá prosseguir as investigações necessárias nos diversos inquéritos criados, com vista ao esclarecimento da mencionada atividade delituosa no nosso País.

Aceda ao comunicado da Europol

Imprimir