Denúncia Anónima

ATENÇÃO: A Policia Judiciária informa que as situações que afetem o cumprimento das determinações do Estado de Emergência, que não sejam da competência da Polícia Judiciária, devem ser de imediato comunicadas às autoridades policiais territorialmente competentes, em matéria de segurança pública, da área geográfica onde os factos estejam a ocorrer.

 

A comunicação Denúncia Anónima consiste numa forma de fazer chegar às autoridades competentes informação sobre a preparação ou o cometimento de crimes cuja denúncia possa pôr em risco a segurança do cidadão que transmite a notícia, ou a segurança de terceiros.

Desse modo, para as situações que careçam de participação criminal do ofendido a Denúncia Anónima não é uma Queixa-Crime. Caso pretenda apresentar uma Queixa-Crime poderá fazê-lo em qualquer serviço de polícia ou do Ministério Público, ou em alternativa através da presente página eletrónica da Polícia Judiciária, mediante a utilização da funcionalidade Queixa Eletrónica.

Após submeter a Denúncia Anónima a mesma será processada assim que possível, não sendo por isso o meio adequado para recorrer com urgência às autoridades. Em caso de urgência deverá contatar o Serviço de Piquete da Polícia Judiciária da área mais próxima.

Ao preencher a Denúncia Anónima deverá preencher todos os campos disponíveis, pois só desse modo a poderá submeter.

Na elaboração, solicitamos que a preencha de forma detalhada, indicando o máximo de elementos que permitam posicionar no tempo e no espaço os factos, a identificação dos intervenientes, os locais, e as características da situação criminal reportada.

Desse modo, para ativar o formulário da Denúncia Anónima clique aqui.