Detidos dois homens e uma mulher indiciados por crimes de burla informática e nas comunicações

Direção Nacional

A Polícia Judiciária, com a colaboração com o Comando Territorial de Portalegre da GNR e ainda da Unidade de Intervenção – Operações Especiais da GNR, levou a cabo uma operação policial de larga escala, denominada de “Way of Life”, dando cumprimento a 51 mandados de buscas domiciliárias e mais de uma dezena de buscas não domiciliárias, localizadas em Campo Maior, Monforte, Loures, Almeirim, Avis e Figueira da Foz.

Esta operação visou recolher elementos probatórios em mais de uma centena de inquéritos em investigação todos versando o crime de burla informática e nas comunicações no fenómeno conhecido como “Burla por MBWAY”, tendo sido detidas duas pessoas fora de flagrante delito, por mandados emitidos pela autoridade judiciária competente e outra, em flagrante delito, por detenção de arma e munições proibidas, com idades compreendidas entre os 24 e os 40 anos.

As investigações em curso tiveram origem em 2019 estendendo-se até à atualidade, por suspeita da prática reiterada de crimes de natureza informática, num enriquecimento ilícito de cerca de 200.000€ (duzentos mil euros).

Esta operação envolveu efetivos da PJ e da GNR, sendo realizada em simultâneo nas localidades referidas.

Os detidos, residentes no concelho de Portalegre e Elvas, com antecedentes criminais, irão ser presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de medidas de coação.

 

Cibercrime | Crime económico-financeiro | MBWay
Imprimir