Diretoria do Norte

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, no âmbito de inquérito titulado pelo Ministério Público – DIAP do Porto, realizou uma operação policial na região da Grande Lisboa para cumprimento de mandado de detenção e de buscas domiciliárias, tendo como alvo um dos elementos centrais de uma rede criminosa que se dedica à presumível prática de crimes de branqueamento e burla informática transnacional.

De acordo com o apurado até ao momento pela investigação, igualmente alicerçada na informação recolhida pela Unidade de Informação Financeira da Polícia Judiciária, esta organização criminosa de caracter transnacional utilizou um conjunto de contas bancárias nacionais, criadas e tituladas por sociedades constituídas para esse efeito, que serviram de veículo para branqueamento de importâncias resultantes da prática de ilícitos contra o património cometidos em território europeu, nomeadamente no Reino Unido.

Em causa estarão valores a rondar as centenas de milhares de euros, parte substancial dos quais se logrou apreender já nesta investigação, tendo sido ainda apreendida, no decurso da operação policial, documentação diversa relativa à atividade criminosa.

O detido vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Imprimir