O suspeito era familiar da vítima.

Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um homem, pela presumível prática dos crimes de abuso sexual de criança e de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência, ambos nas suas formas agravadas, de que foi vítima uma jovem de 19 anos de idade.

Os abusos iniciaram-se em 2012, quando a vitima tinha 13 anos de idade, e continuaram até ao passado mês de agosto, no concelho do Nordeste, num contexto de coabitação, tendo-se o suspeito aproveitado desse facto e de ser familiar próximo, para a molestar sexualmente, de forma reiterada.

O detido, com 25 anos de idade, foi presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas coativas tidas por adequadas.

Imprimir