Direção Nacional

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à identificação, localização e detenção fora de flagrante delito de dois indivíduos, de nacionalidade portuguesa, um homem e uma mulher com 43 anos e 23 anos de idade, respetivamente, por existirem fortes indícios da prática de um crime de roubo agravado e detenção e uso de arma proibida.

Os factos ilícitos ocorreram no pretérito dia 10 de novembro de 2021, no interior de uma residência na cidade de Lisboa, com recurso a ameaça de arma de fogo, sobre um homem estrangeiro com 52 anos de idade.

Os arguidos detidos tinham prévio conhecimento da existência de bens de valor considerável, no interior da residência da vítima, sendo esse o motivo pelo qual resolveram praticar o crime, ameaçando, coagindo e agredindo a mesma com uma arma de fogo, de modo a obterem informação sobre os locais onde estavam ocultados os objetos de valor.

As diligências de investigação encetadas pela Polícia Judiciária permitiram determinar que os arguidos se dedicavam à prática de crimes de roubo de residências, após obtenção de informação acerca da existência de bens de valor elevado no seu interior.

Na sequência da intervenção operacional desenvolvida, foi possível apreender alguns dos objetos de valor subtraídos na sequência do roubo praticado, bem como a arma de fogo utilizada como meio de coação e ameaça e ainda um veículo automóvel de luxo, constante como furtado em Espanha.

Acresce que o arguido tem pendente um mandado de detenção europeu, emitido pelas autoridades do Reino de Espanha.

Os dois arguidos detidos foram sujeitos a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

 

Roubo / furto | Uso de arma proibida
Imprimir