Direção Nacional

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora, em cumprimento de mandados de busca domiciliária e de detenção, emitidos pela Autoridade Judiciária competente, deteve fora de flagrante delito, dois homens, pela presumível autoria de dois crimes de violação agravada, um crime de rapto e um crime de ameaça.

Os arguidos, em data não concretamente apurada, mas que se situa na última semana do mês de janeiro de 2022, terão, conjuntamente, subjugado a vítima, uma menor de 15 anos, a atos de violência sexual, depois de a terem transportado para lugar ermo, contra a vontade da mesma.

Os detidos, um de 24 e o outro de 20 anos de idade, residentes no concelho de Montemor-o-Novo, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicadas as medidas de coação de proibição de contactos com a vítima e frequentar os mesmos lugares, com controlo de vigilância eletrónica e apresentações bissemanais em Órgão de Polícia Criminal local.

Crime sexual contra criança | Rapto
Imprimir