Furto, Tráfico e Viciação de Obras de Arte e Bens Culturais

A Polícia Judiciária aconselha:

– Faça um inventário dos bens.

– Inclua fotografias a cores que possibilitem um futuro reconhecimento.

– O inventário deve ficar guardado em local seguro, distinto do lugar onde as peças estão expostas.

– Invista na segurança das portas e janelas, nomeadamente em fechaduras, grades e alarmes.

– Em caso de furto de obras de arte, deverá, ainda antes da intervenção policial, ter alguns cuidados quanto à preservação dos vestígios eventualmente deixados pelos autores do furto.

– O responsável pelo local em questão deverá:

> manter o estado das coisas;
> chamar a polícia;
> prestar todos os esclarecimentos;
> fornecer fotografias das peças furtadas.