- Polícia Judiciária - https://www.policiajudiciaria.pt -

Foi extraditada de França uma mulher suspeita de crimes de burla qualificada e assalto à mão armada

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, em colaboração com as autoridades francesas, deteve, no cumprimento de mandado de detenção europeu emitido pela autoridade judiciária, uma mulher, de 34 anos, por fortes indícios da prática de crimes de burla qualificada e roubo à mão armada.

A ora detida fazia parte de um grupo, cujos restantes elementos se encontram em prisão preventiva, o qual, utilizando uma história de cobertura em que se diziam negociantes de diamantes, aliciavam as vítimas a participar num negócio, conseguindo desse modo que as mesmas utilizassem dinheiro próprio para aquisição das pedras preciosas, mas que, na verdade, se tratavam de pedaços de vidro.

No caso vertente, cujos factos datam a 2017, a vítima, ao aperceber-se das verdadeiras intenções do negócio, pretendeu desistir do mesmo, sendo que foi impedida pelos autores, que lhe apontaram uma arma de fogo, apropriando-se de todo o dinheiro que possuía.

A ora detida tinha-se, entretanto, colocado em fuga para França, onde agora foi localizada e detida, sendo presente, hoje, a primeiro interrogatório judicial, no qual será sujeita à aplicação das medidas de coação adequadas.