Detenções por burla qualificada, falsificação de documentos e recetação

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, localizou, identificou e deteve, em flagrante delito, três homens, com idades compreendidas entre os 30 e os 53 anos, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática dos crimes de burla qualificada, falsificação de documentos e recetação.

Em investigação que teve início no próprio dia das detenções, apurou-se que os autores haviam engendrado um esquema fraudulento para aquisição de ferramentas diversas, materiais de jardinagem e de mecânica automóvel, recorrendo a uma sociedade comercial por si controlada, encomendando a mercadoria e apresentando, seguidamente, um falso comprovativo de transferência bancária, apropriando-se de um valor total que ascende já a dezenas de milhares de euros.

Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.