Detenção de incendiário florestal no concelho de Penalva do Castelo

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Mangualde, deteve um adolescente, de 17 anos, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no pretérito dia 07 do corrente mês, em Penalva do Castelo.

O suspeito, presumindo-se com recurso ao uso de chama direta, colocou este foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, próximo de habitações e de um Lar de Idosos. Em consequência do mesmo ardeu uma área florestal considerável, incêndio que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos populares, elementos da junta de freguesia e bombeiros locais.

Na atuação do suspeito esteve subjacente um quadro de perturbação psicológica, tendo a sua conduta colocado em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e grande mancha de floresta.

O suspeito já tinha antecedentes pelo mesmo tipo de crime, contudo, à data dos anteriores factos era inimputável em razão da idade.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.