- Polícia Judiciária - https://www.policiajudiciaria.pt -

Desmantelada rede de tráfico de estupefacientes no interior de Estabelecimento Prisional

Desmantelada rede de tráfico de estupefacientes no interior de Estabelecimento Prisional

A Polícia Judiciária” através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal” desencadeou uma operação” no dia de ontem” que culminou com a detenção em flagrante delito de três indivíduos – dois homens e uma mulher” com 45″ 43 e 44 anos de idade” respectivamente – suspeitos de integrarem uma rede criminosa que se dedicava à introdução de avultadas quantidades de estupefacientes no interior de um Estabelecimento Prisional. 

Durante a operação que decorreu na zona do Seixal” Setúbal e Lisboa” para além da detenção em flagrante delito dos três suspeitos” foi ainda lograda a apreensão de heroína em elevado estado de pureza” suficiente para a produção de mais de 800 doses individuais; duas viaturas” três telemóveis e diversa documentação bancária conexa com a actividade do tráfico” atinente a fluxos financeiros (depósitos” transferências e levantamentos). 

As investigações” em curso já há alguns meses” permitiram assim proceder ao desmantelamento de um importante grupo criminoso que adquiria” introduzia no interior do Estabelecimento Prisional e ali procedia” através de reclusos” à venda do produto estupefaciente. 

Um dos ora detidos” em situação irregular em território nacional” possuía já antecedentes criminais pela prática do crime de tráfico de estupefacientes” tendo sido condenado e encontrando-se” actualmente” em liberdade condicional. 

Os arguidos agora detidos” dois portugueses e um cabo-verdiano” estão indiciados” entre o mais” pela prática do crime de tráfico de estupefaciente” na sua forma agravada. 

Serão presentes” durante o dia de hoje” no Tribunal Judicial da Comarca do Alentejo Litoral (ex-Comarca de Grândola)” a fim de serem sujeitos a primeiro interrogatório judicial de arguidos detidos” visando a aplicação das competentes medidas de coacção. 

As investigações irão prosseguir no sentido da integral identificação e desmantelamento das restantes redes de tráfico de estupefacientes a operar naquele meio prisional. 

A Polícia Judiciária contou com a colaboração dos Serviços Prisionais” no desenvolvimento e na execução da presente investigação. 

03.07.2009